Abertura: Dança e Piano
Sexta-feira 04 Agosto 2017 às 20:00
localização: Teatro de Vermelhos

Cristian Budu, piano
São Paulo CIA de Dança | direção artística Inês Bogéa
Núcleo Artístico Virgínia Úngari, participação especial

 

programa:

Em Comunhão com os Ciclos
Coreógrafa: Virginia Úngari
Música: Sinfonia No. 6 "Pastoral", op. 68 quinto movimento. Ludwig van Beethoven

Baseada na intensão do grande compositor alemão Ludwig van Beetoven, a coreografia criada em cima do quinto movimento da Pastoral, procura retratar os sentimentos de gratidão e comunhão com a natureza e os ciclos da vida, no qual os pastores vivem sua jornada, fazendo o público viajar de maneira singular em sensações e emoções particulares, construindo assim uma viagem individual pela obra.
Ballet Juvenil do Núcleo Artístico Virginia Úngari

--------------------------------------------------------

Beethoven - Sonata op.27 nº 2 "ao Luar"
Chopin - Preludios op.28 - nos. 3, 8, 15 e 24
Villa-Lobos - Impressoes Seresteiras & Festa no Sertão
Cristian Budu, piano

--------------------------------------------------------

Le Spectre de la Rose (2014)
Coreografia: Mario Galizzi a partir do original de 1911 Michel Fokine (1880-1942)
Música: Carl Maria von Weber (1786-1826)
Cenário e figurinos: Fabio Namatame
Iluminação: Wagner Freire
Estreia mundial: 1911, Diaghilev’s Ballets Russes, Monte Carlo, Mônaco
Estreia pela SPCD: 2014, Teatro Alfa, São Paulo

Um clássico moderno que estabelece uma nova relação entre o homem e a mulher. Aqui, a figura contemplativa e fantástica passa a ser do bailarino, que interpreta o espírito de uma rosa ganhada por uma jovem em sua primeira festa. Ao retornar para casa, ela adormece e sonha com o perfume da flor, que é o mesmo do jovem que a presenteou. Ele aparece em seu sonho como um espectro para dançar com ela. Baseada no poema de Théophile Gautier (1811-1872), este clássico moderno foi criado por Michel Fokine. A música Convite à Dança, escrita por Carl Maria Von Weber (1786-1826) para piano, em 1819, foi orquestrada por Hector Berlioz (1803-1869) em 1841, renomeada de Convite à Valsa. A apresentação no Centro Cultural Baía dos Vermelhos conta com música executada ao vivo pelo pianista Cristian Budu.
São Paulo CIA de Dança
Cristian Budu, piano

Pássaro de Fogo (2010)
Coreografia, palco e figurino: Marco Goecke
Música: The Firebird (Berceuse e Final) de Igor Stravinsky (1882-1971)
Desenho de luz: Udo Haberland | Implantação para a SPCD: Wagner Freire
Dramaturgia: Nadja Kadel
Remontagem para a SPCD: Giovanni Di Palma
Estreia mundial: 2010, Maastrich, Holanda, pelo Scapino Ballet
Estreia pela SPCD: 2017, São Paulo, Brasil, Teatro Sérgio Cardoso

“Marco Goecke criou este pas de deux para a música de Stravinsky - composta para o balé de Michel Fokine, The Firebird, estreado em 1910 - na ocasião dos 100 anos da obra, durante o Holland Dance Festival (2010). Goecke remodela o que na época estava totalmente de acordo com o caráter dos contos de fada russos originais – a luta de Ivan Tsarevich contra o mágico Koschei para libertar Tsarevna e seus companheiros do cativeiro – desembocando em um encontro entre duas criaturas tímidas. Utiliza dois trechos da música de Stravinsky: o acalanto no qual o mítico pássaro faz todos adormecerem com sua mágica e o trecho final da obra. Seu dueto pode ser interpretado, inclusive, como um encontro entre o pássaro de fogo e o príncipe, duas criaturas de diferentes naturezas: um pássaro que dança e um humano que voa”, fala Nadja Kadel, produtora e dramaturga de Goecke.
São Paulo CIA de Dança

Gnawa (2005)
Coreografia: Nacho Duato
Remontagem: Hilde Koch e Tony Fabre (1964-2013)
Música: Hassan Hakmoun, Adam Rudolph, Juan Alberto Arteche, Javier Paxariño, Rabih Abou-Khalil, Velez, Kusur e Sarkissian Organização e produção original: Carlos Iturrioz Mediart Producciones SL (Spain) Figurino: Luis Devota e Modesto Lomba Iluminação: Nicolás Fischtel Estreia mundial: 2005, Hubbard Street Dance Chicago, Chicago Estreia pela SPCD: 2009, Teatro Sérgio Cardoso, São Paulo, Brasil Duração: 21 minutos com 14 bailarinos Gnawa é uma peça que utiliza os quatro elementos fundamentais - água, terra, fogo e ar - para tratar da relação do ser humano com o universo. A obra apresenta o reiterado interesse de Nacho Duato pela gravidade e pelo uso do solo na constituição de sua dança. Os gnawas são uma confraria mística adepta do islamismo, descendentes de ex-escravos e comerciantes do Sul e do centro da África, que se instalaram ao longo dos séculos no Norte daquele continente.

São Paulo CIA de Dança

 

ARTISTAS

Cristian Budu_Céline Michel_materia.jpgO pianista Cristian Budu, brasileiro de origem romena, é considerado um dos expoentes de sua geração. Desde jovem alcançou os primeiros lugares em diversos concursos nacionais como o Concurso Nelson Freire e o Programa Prelúdio da TV Cultura. Em 2013 tornou-se o primeiro brasileiro a vencer o Grande Prêmio do Concurso Internacional Clara Haskil, na Suíça, e no mesmo ano ganhou o Prêmio 2013 na Categoria Jovem Talento da Revista Concerto. Apresentou-se em importantes festivais com grupos como  a Orquestra Sinfônica de Lucerne, a Orquestra Sinfônica de Jerusalém, a Orquestre de la Suisse Romande, a Orquestra Sinfônica da Rádio de Stuttgart, a Orquestra Emil Nichifor da Romênia e OSESP, entre outras. Nascido em Diadema (SP), foi introduzido pelo multi-artista Antônio Nóbrega no rico universo das músicas e danças tradicionais brasileiras. Foi aluno do Instituto Brincante, teve participações especiais em espetáculos de Antônio Nóbrega e integrou um quarteto especializado em música brasileira que em 2013 venceu o Honors Competition do New England Conservatory, na categoria “Improvisação Contemporânea”. Apresenta-se pela segunda vez no festival Vermelhos. Em Vermelhos 2015 apresentou-se em trio inédito  o violoncelista Antonio Meneses e o violinista Cláudio Cruz.

 

 

gnawa-historico-05.jpg

Criada em janeiro de 2008 pelo Governo do Estado de São Paulo, a São Paulo Companhia de Dança (SPCD) é gerida pela Associação Pró-Dança e dirigida por Inês Bogéa. A São Paulo é uma Companhia de repertório, ou seja, realiza montagens de excelência artística, que incluem trabalhos dos séculos XIX, XX e XXI de grandes peças clássicas e modernas a obras contemporâneas especialmente criadas por coreógrafos nacionais e internacionais. A difusão da dança, produção e circulação de espetáculos é o núcleo principal de seu trabalho. A SPCD apresenta espetáculos de dança no Estado de São Paulo, no Brasil e no exterior e é hoje considerada uma das mais importantes companhias de dança da América Latina pela crítica especializada. Desde sua criação já foi assistida por um público superior a 520 mil pessoas em 15 diferentes países, passando por mais de110 cidades, em mais de 580 apresentações.

Inês Bogéa é diretora da São Paulo Companhia de Dança. Doutora em Artes (Unicamp, 2007), bailarina, documentarista, escritora e professora no curso de especialização Arte na Educação: Teoria e Prática da Universidade de São Paulo (USP). De 1989 a 2001, foi bailarina do Grupo Corpo (Belo Horizonte). Foi crítica de dança da Folha de S. Paulo de 2001 a 2007. É autora dos livros infantis: O livro da dança; Contos do balé e Outros Contos do balé. Organizadora dos livros Oito ou Nove Ensaios sobre o Grupo Corpo; Passado-Futuro – Textos e fotos sobre a São Paulo Companhia de dança, entre outros. Na área de arte-educação foi consultora da Escola de Teatro e Dança Fafi (2003-2004) e consultora do Programa Fábricas de Cultura da Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo (2007-2008). É autora de mais de quarenta documentários sobre dança, entre eles Renée Gumiel, A Vida na Pele (2005), Maria Duschenes - o espaço do movimento (2006), e da série Figuras da Dança da SPCD.

IMG_3071.JPG

 

O NAVÜ, Núcleo Artístico Virginia Úngari, foi criado em Ilhabela no ano de 2012 inicialmente com o nome de Stúdio de Dança Pró-Arte pela bailarina, professora e coreógrafa Virginia Úngari, com a finalidade de formar artistas cidadãos, promovendo a arte-educação através da dança. Nos cinco anos de existência, o NAVÜ conseguiu reconhecimento regional, conquistando prêmios em Festivais de Dança além de boas críticas do júri e um prêmio especial de melhor coreógrafa. Recebeu também vários convites para dançar em eventos da cidade. Desenvolve ainda o projeto “Dança para todos” no qual os alunos de Colégio Público contribuem com a quantia de R$ 60,00 (sessenta reais) mensais, obtendo acesso livre em qualquer modalidade oferecida pelo espaço independente de carga horária, possibilitando assim oportunidades e estimulando a valorização da cultura, da arte e da dança.

Voltar

Programação

Agosto
04
Sexta

Abertura: Dança e Piano

Cristian Budu (piano), São Paulo CIA de Dança / Núcleo Artístico Virgínia Úngari

local: Teatro de Vermelhos

horário:20:00
Agosto
05
Sábado

Canção / Jazz Brasileiro

Arthur Nestrovski e Livia Nestrovski / Almir Clemente e Julio Bittencourt Jazz Trio

local: Anfiteatro da Floresta

horário:11:00
Agosto
05
Sábado

Violões na Floresta

Laércio Ilhabela / Yamandu Costa

local: Anfiteatro da Floresta

horário:16:00
Agosto
05
Sábado

Songs from the Heart

Ute Lemper, Orquestra Jazz Sinfônica, João Maurício Galindo (regente)

local: Teatro de Vermelhos

horário:20:00
Agosto
06
Domingo

YOA e Ricardo Castro

Youth Orchestra of the Americas, Ricardo Castro, Carlos Miguel Prieto

local: Teatro de Vermelhos

horário:11:00
Agosto
06
Domingo

Jazz / Instrumental Brasileiro

Aaron Goldberg (piano) / Leo Gandelman (sax) Quarteto

local: Teatro de Vermelhos

horário:16:30
Agosto
07
Segunda

Oficina de Instrumentos de Percussão

Duda Neves

local: Teatro de Vermelhos

horário: 9:00
Agosto
08
Terça

Oficina de Instrumentos de Percussão

Duda Neves

local: Teatro de Vermelhos

horário: 9:00
Agosto
08
Terça

Residência Artística - Violão

Fábio Zanon

local: Residência de Vermelhos

horário: 9:00
Agosto
08
Terça

Violão no Centro Histórico

Fábio Zanon

local: Igreja Nossa Senhora da Ajuda

horário:18:00
Agosto
09
Quarta

Oficina de Instrumentos de Percussão

Duda Neves

local: Teatro de Vermelhos

horário: 9:00
Agosto
09
Quarta

Residência Artística - Violão

Fábio Zanon

local: Teatro de Vermelhos

horário:14:00
Agosto
10
Quinta

Concerto de Alunos (violão e percussão)

local: Teatro de Vermelhos

horário: 9:00
Agosto
10
Quinta

Residência Artística - Violão

Fábio Zanon

local: Teatro de Vermelhos

horário:14:00
Agosto
11
Sexta

Instrumental Brasileiro

Egberto Gismonti

local: Teatro de Vermelhos

horário:20:00
Agosto
12
Sábado

Clássico e Instrumental Brasileiro

Antonio Meneses e André Mehmari / Mani Padme Trio

local: Teatro de Vermelhos

horário:11:00
Agosto
12
Sábado

Ressurreição

OJESP, Claudio Cruz, Camila Titinger, Luciana Bueno

local: Teatro de Vermelhos

horário:18:00
Agosto
13
Domingo

Encerramento - Sinfônico

Orquestra Sinfônica Municipal de São Paulo. Roberto Minczuk, regência.

local: Teatro de Vermelhos

horário:11:00

Vermelhos 2017 - Música e Artes Cênicas
4 a 13 de agosto 2017

Teatro de Vermelhos e Anfiteatro da Floresta
Av. Governador Mário Covas Jr., 11.970, ILHABELA

Ingressos: R$ 10,00 a R$ 60,00
ingressorapido.com.br
pontos de venda em Ilhabela:
• Sergio Hett Imóveis
Rua Dr. Carvalho, nº 2 - Vila
•Via Marina Consult Imobiliários
Avenida Riachuelo, nº 6730 - Bexiga

CURADORIA Samuel Mac Dowell de Figueiredo, Éser Menezes
DIREÇÃO DE PRODUÇÃO Giane Martins
PRODUTORES Belliza Fortes, Marcia Carbone, Soraia Andriani, Thiago Soares.
COORDENAÇÃO DE ATIVIDADES PEDAGÓGICAS Marison Polak
RECEPTIVO E COORDENAÇÃO DE VOLUNTÁRIOS Egberto Cunha
ASSESSORIA DE IMPRENSA Fernanda Thompson Estratégias
REDES SOCIAIS Carolina Camargo
DESIGN GRÁFICO np design - Nilton Prado

regua-vertical.jpg